Segurança rural: Polícia Civil recupera nove cabeças de gado furtadas, em Morrinhos

Animais teriam sido levados da fazenda após o falecimento do proprietário. Um ex-funcionário do local é apontado como principal suspeito do crime.

Em ação realizada na última sexta-feira (23/04), a Polícia Civil de Goiás recuperou nove cabeças de gado que haviam sido furtadas de uma propriedade, na zona rural no município de Morrinhos, região sul do Estado. Os animais teriam sido subtraídos logo após o falecimento do proprietário da fazenda. Um ex-funcionário do local é apontado pela investigação como sendo o principal suspeito do crime. Os bovinos, da raça nelore, são avaliados em R$ 40 mil.

O caso passou a ser apurado pela Delegacia de Polícia (DP) de Morrinhos ainda no início deste mês, após o recebimento de diversas denúncias. De acordo com o delegado Fabiano Henrique Jacomelis, responsável pelo trabalho investigativo, o suspeito teria furtado os animais com o objetivo de vendê-los. “A gente acha que ele também subtraiu mais gado de outras propriedades, além da fazenda em que era funcionário”, detalhou.

Os bovinos foram localizados em outra propriedade da região. Durante a operação, os policiais também identificaram um segundo indivíduo, suspeito de auxiliar no furto e ainda da receptação do gado. “Em continuidade às diligências, a Polícia Civil vai tentar identificar outras vítimas e estuda a possibilidade de representar pela prisão preventiva de todos os envolvidos nesse caso”, informou o delegado.

Os animais passaram por uma avaliação e serão devolvidos aos proprietários legais. Ao final da investigação, os suspeitos podem responder pelos crimes de furto e receptação. No primeiro caso, a pena prevista é de dois a cinco anos de reclusão.

Secretaria de Segurança Pública – Governo de Goiás

Caiado anuncia imunização de professores contra Covid-19 até o fim do mês de maio

Expectativa com vacinação é do retorno às aulas presenciais a partir do mês de julho. Anúncio foi feito em Goianira, onde governador assinou ordem de serviço para construção de quadra de esportes do Colégio Estadual José Rodrigues Naves

O governador Ronaldo Caiado anunciou, nesta segunda-feira (26/4), que os professores serão a próxima categoria profissional a ser imunizada contra a Covid-19. “Antes do final do mês de maio vocês já vão entrar na vacinação, para voltar a ter uma vida normal nas escolas no segundo semestre”, declara.

O anúncio foi feito em Goianira, ao assinar ordem de serviço para a construção da quadra de esportes do Colégio Estadual José Rodrigues Naves. “Daqui uns dias, todo mundo na sala de aula”, projetou Caiado. Com o avanço da imunização de idosos, é possível contemplar novos grupos prioritários, conforme determinação do Ministério da Saúde e as diretrizes previstas no Plano Nacional de Imunização (PNI). Trabalhadores da saúde, servidores da segurança pública e de salvamento, bem como forças armadas também foram contemplados.

De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde (SES-GO), até o último sábado (24/04), foram aplicadas 797.339 vacinas contra a Covid-19 referentes à primeira a dose. Já em relação à segunda dose, foram imunizadas 303.277 pessoas.

Goiás recebeu 1.665.280 doses de imunizantes, sendo 1.208.080 da CoronaVac e 457.200 da AstraZeneca. Conforme pactuado na Comissão Intergestores Bipartite (CIB), as Secretarias Municipais de Saúde devem registrar, de forma obrigatória, as informações sobre as vacinas administradas no módulo Covid-19 do Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunizações (SI-PNI Covid-19).

Na madrugada do último dia 23, o Governo de Goiás recebeu 107,4 mil doses de vacinas contra a Covid-19, o que permitiu avançar na cobertura vacinal de idosos. O 14º lote enviado pelo Ministério da Saúde (MS) contém 86 mil unidades da AstraZeneca, produzida pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e 21,4 mil da CoronaVac, fabricada pelo Instituto Butantan. Das 107,4 mil vacinas recebidas, 86.055 são para a primeira dose e o restante para segunda dose.

Fotos: Cristiano Borges e Júnior Guimarães

Legenda
O governador Ronaldo Caiado em Goianira, onde assinou ordem de serviço para a construção de quadra de esportes do Colégio Estadual José Rodrigues Naves: “Daqui uns dias, todo mundo na sala de aula”

Secretaria de Comunicação – Governo de Goiás

MORRINHOS: Polícia prende homens que aplicaram o ‘golpe da arara’ em lojas de materiais

A Polícia Civil prendeu, neste domingo (25), dois homens suspeitos de aplicarem golpes em lojas de materiais de construção em Pirapozinho. Eles foram detidos no momento de uma entrega na cidade de Morrinhos (GO). Uma das vítimas afirma ter tido prejuízo de R$ 70 mil.

Segundo a corporação, os homens praticavam o “golpe da arara, em que mercadorias são compradas, enviadas para lugares não previamente informados e não são pagas, tudo isso com o uso de nomes falsos, documentos de pessoas já falecidas e contas bancárias de ‘laranjas’, bem como número de celulares ligados a CPFs de terceiros”.

A Delegacia de Polícia Civil de Pirapozinho foi procurada por uma vítima especializada no ramo de materiais de construção. Ela afirmou ter tido prejuízo de R$ 70 mil em vendas, e que depois descobriu ter sido golpe.

O delegado Rafael Galvão instaurou inquérito policial e averiguou a existência de três golpes ocorridos entre os dias 3 e 15 de abril em Pirapozinho.

“Assim sendo, quando o quarto golpe se daria, no dia 24 de abril, seis investigadores de polícia do Setor de Investigações Gerais (SIG) da unidade de Polícia Judiciária de Pirapozinho seguiram o caminhão que levaria as mercadorias aos golpistas. O caminhão pernoitou na cidade de São José do Rio Preto (SP), onde pernoitaram, também, os investigadores”, informou a polícia.https://tpc.googlesyndication.com/safeframe/1-0-38/html/container.html

Seguindo viagem, eles chegaram até o ponto de entrega, na cidade de Morrinhos, no Estado de Goiás, que fica a aproximadamente a 800 quilômetros distantes de Pirapozinho, onde o golpe foi aplicado.

A Polícia Civil de Morrinhos foi acionada e foi deflagrada a ação policial no “exato momento em que os golpistas receberiam do motorista a mercadoria”.

“No ato, evidenciou-se que o motorista não tinha qualquer envolvimento no esquema criminoso, porém, os dois golpistas que receberiam a mercadoria foram imediatamente abordados e rendidos pelas equipes policiais de Goiás e de São Paulo, sendo dada voz de prisão em flagrante”, explicou a corporação.

Homens foram presos suspeitos de aplicarem o 'golpe da arara' — Foto: Polícia Civil

Homens foram presos suspeitos de aplicarem o ‘golpe da arara’ — Foto: Polícia Civil

A dupla foi presa pelos crimes de estelionato e associação criminosa e permaneceu à disposição da Justiça.

Houve a apreensão de dois veículos pelas equipes de Polícia Judiciária que serão levados para Pirapozinho para devido sequestro judicial e ressarcimento do prejuízo causado. Também foram apreendidas outras mercadorias que podem ser de outras vítimas.

Galvão destacou que as investigações continuam, bem como as tratativas judicias, para o ressarcimento do prejuízo da empresa-vítima e pela identificação de novas empresas na região que tenham sido vítimas de tal golpe.

FONTE: G1 GOIAS