Polícia Militar acaba com festa clandestina que reunia cerca de 200 pessoas em Itumbiara

A Polícia Militar acabou com uma festa que reunia cerca de 200 pessoas, na madrugada de domingo (24), em Itumbiara, na região sul de Goiás. Segundo a PM, além da aglomeração, o evento, com a presença de adolescentes, era regado a bebida alcoólica e drogas.

Um homem foi preso suspeito de tráfico de drogas. Como o nome dele não foi divulgado pela corporação, o G1 não conseguiu apurar junto ao Poder Judiciário se ele permanece preso até esta segunda-feira (25).

Dois adolescentes de 15 e 17 anos também foram apreendidos, encaminhados à delegacia de Itumbiara e liberados em seguida. Segundo a PM, com eles foram encontradas uma réplica de pistola e porções de drogas.

De acordo com a corporação, 30 policiais das cidades de Goiatuba, Itumbiara e Morrinhos foram mobilizados para essa ocorrência. Conforme informou a PM, a casa de eventos onde era realizada a festa não tinha alvará de funcionamento e, por isso, foi interditada pelo Corpo de Bombeiros.

Ainda segundo a polícia, assim que os policiais chegaram no local, os responsáveis pelo evento conseguiram fugir e não foram localizados até a manhã desta segunda-feira.

Conforme o relato da PM no boletim de ocorrência, 27 motos e seis carros, todos com a documentação irregular, foram apreendidos e encaminhados ao pátio do 5º Batalhão da Polícia Militar.

Segundo o Departamento de Fiscalização de Posturas de Itumbiara, essa festa não tinha autorização para ser realizada durante a pandemia, portanto, é considerada clandestina. A prefeitura informou ainda que fiscais do município estiveram no local e acompanharam o trabalho da PM e do Corpo de Bombeiros.

O município informou que festas com aglomeração podem ser denunciadas à prefeitura, de segunda a sexta-feira, pelo telefone (64) 3433-0415. Já aos finais de semana, o município orienta que as denúncias podem ser feitas à Polícia Militar e ao Corpo de Bombeiros, que têm atendimento 24 horas.