Cantor morrinhense conquista a posição número 1 da Lista dos Mais Vendidos desta semana

Natural de Morrinhos, no interior de Goiás, Tony Allyson é um cantor católico, líder da Missão Marca da Vitória, que aglutina mais de 18 mil seguidores, só no Instagram. Esse número é modesto perto dos seguidores do próprio Tony Allyson. Seu perfil nesta mesma rede social reúne 816 mil pessoas. No YouTube, ele já ultrapassou a marca de 100 milhões de visualizações. Muitos dos seus seguidores resolveram comprar o seu livro Ora ação (Angelus Editora) e isso fez o título alcançar o topo da Lista dos Mais Vendidosdessa semana, com 2.727 cópias vendidas. No livro, ele conta o processo da sua conversão e mostra todo o caminho que o levou a ser um dos cantores de maior prestígio entre os fiéis católicos.

O segundo lugar do pódio também é ocupado por um estreante: A era da integridade(Gente), de Luiz Fernando Lucas. Foram 2.255 cópias vendidas na estreia. O livro ocupa também a segunda posição de Autoajuda. Completando o pódio, um velho conhecido: o box Harry Potter (Rocco), de J. K. Rowling, teve 2.161 exemplares vendidos na semana.

Além dos dois primeiros lugares do Ranking Geral, a lista trouxe outras 13 novidades. Duas delas também em AutoajudaEnsina-me a fazer tua vontade, do padre Antonio José, ficou na terceira posição da categoria e na quinta da Lista Geral, com 1.727 cópias vendidas na semana. É a Angelus, da editora Maristela Ciarrocchi (ex-Petra/Ediouro) mostrando a cara. Na 16ª posição de Autoajuda, estreou A introdução definitiva À PNL (Alta Books), de Richard Bandler, Alessio Roberti e Owen Fitzpatrick. Foram 283 cópias vendidas.

Novidade de peso em NegóciosBora varejo (Gente), de Alfredo Soares vendeu 1.108 cópias na semana de estreia, o que colocou o livro na segunda posição da categoria e na 10ª da Lista Geral. Nocaute (Alta Books), de Gary Vaynerchuk, ocupa a 13ª da categoria, com 271, e Fique rico operando opções (Alta Books), de Lee Lowell, a 15ª, com 251.

Em Infantojuvenil, o destaque vai para a edição da DarkSide para o clássico Alice no País das Maravilhas, de Lewis Carroll, que ocupa a 10ª posição da categoria, com 332 cópias vendidas. Outro clássico, Anne de Green Gables também chama a atenção. A categoria traz três versões do texto de Lucy Maud Montgomery. O da Autêntica e o box da Ciranda Cultural já pontuaram outras vezes na lista. A novidade agora é a edição avulsa de Anne de Green Gables, da Ciranda Cultural, que teve 228 cópias vendidas e ocupa a 16ª posição. A terceira novidade em Infantojuvenil é uma dose dupla: O monstro das cores (Aletria), de Anna Llenas, marca a estreia do título e da editora mineira. Foram 202 cópias, número suficiente para colocar o título na posição de número 20.

Em Ficção, o destaque é para Bom dia, Verônica (DarkSide), de Andrea Killmore, Ilana Casoy e Raphael Montes. O livro que deu origem à série homônima que deve estrear na Netflix no próximo dia 1º chegou a lista tímido ainda, ocupando a posição de número 20, com 169 cópias. A tendência é que este número cresça! Quem viver verá. A categoria trouxe ainda a estreia de A irmã do Sol (Arqueiro), de Lucinda Rilley, ocupando o 5º lugar, com 371, e Duna (Aleph), de Frank Herbert, no 10º, com 276.

Em Não Ficção, as novidades foram O lado certo da história (Alta Books), de Ben Shapiro, no 17º lugar, com 180, e As associações de fiéis (Fons Sapientiae), de Lluis Martínez Sistach, no 18º, com 177.

Na comparação com a semana passada, os números gerais da Lista apresentaram queda de 16%. Ficção (-39%), Infantojuvenil (-27%) e Negócios (-27%) puxaram os números para baixo.

No Ranking Geral das Editoras, o Grupo Companhia das Letras levou o ouro ao emplacar 12 títulos nesta semana. A prata ficou dividida entre o Citadel Grupo Editorial e a Intrínseca, que colocaram nove títulos cada. A Sextante garantiu o bronze, com oito.

Fonte: publishnews.com.br