Concurso PM GO: já tem banca organizadora; Edital em breve!

Desde 2018 existe uma grande expectativa para a realização do concurso PM GO, uma vez que 2 mil vagas foram autorizadas. A expectativa é de que a seleção seja realizada ainda em 2020, uma vez que o certame já possui banca definida. O novo edital pode ser lançado em breve.

Confira mais detalhes sobre o concurso PM GO:

Situação atual do concurso PM GO

Em 2017, após a finalização da seleção anterior foi autorizado um novo concurso PM GO. Então, no ano seguinte foi publicado no Diário Oficial de Goiás um extrato de contratação de banca organizadora. O escolhido para organizar o novo certame foi o Instituto AOCP. A iniciativa tem como objetivo aumentar o número de servidores nos quadros da Segurança Pública estadual.

Por isso, o novo concurso prevê 2 mil vagas. Inicialmente eram 80 para Cadete e 1.920 para o cargo de Soldado de 3ª Classe. No entanto, essa última função foi extinta em 2019 pelo governador Ronaldo Caiado. Dessa forma as carreiras de 2.022 soldados da Polícia Militar, 228 soldados do Corpo de Bombeiros, 400 escrivães e agentes da Polícia Civil, bem como 11 agentes de segurança prisional serão reestruturadas.

Com a mudança, os subsídios oferecidos pelo concurso PM GO podem ser mais altos do que os do certame anterior.

Como entrar na Polícia Militar GO?

Para entrar na Polícia Militar GO na função de Soldado é preciso:

  • Ter ensino superior;
  • Aprovação em concurso;
  • Ter nacionalidade brasileira ou gozar das prerrogativas dos Decretos Federais e da Constituição Federal;
  • Estar quite com as obrigações eleitorais;
  • Estar quite com as obrigações militares, para os candidatos do sexo masculino;
  • Ter idade mínima de 18 anos e máxima de 30 anos de idade na data da inscrição;
  • Ter altura mínima de 1,65m (sexo masculino) e 1,60m (sexo feminino);
  • Não ter sofrido condenação criminal com pena privativa de liberdade, medida de segurança ou qualquer condenação incompatível com a função de Policial Militar;
  • Não ter sido dispensado de Corporação das Forças Armadas, por incapacidade física definitiva ou moral, ou por motivo considerável incompatível com as exigências para a função Policial Militar, de acordo com a legislação em vigor;
  • Se Militar, estar classificado, no mínimo, no comportamento “BOM” e não figurar como indiciado em Inquérito Policial Militar ou Conselho de Disciplina, não responder a processo criminal relativo a fato ocorrido em consequência do serviço que constituía ilícito infamante, lesivo à honra ou ao pundonor militar;
  • Não ter sido desligado de estabelecimento militar por motivo disciplinar;
  • Possuir CNH B.

Fonte: concursosnobrasil.com.br