Em Morrinhos operação de combate ao comércio de produtos contrabandeados foi realizada pela PF

Polícia Federal (PF), Corregedoria da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Receita Federal e Ministério Público Federal (MPF) realizam, na manhã desta quarta-feira (12), a Operação Rota Sul que combate contrabando em Goiás. Estão sendo cumpridas 46 ordens judiciais, entre as quais estão nove mandados de prisão preventiva, quatro de busca e apreensão em casas de quatro agentes da PRF e uma medida de afastamento das funções para um deles.

Segundo a PF, as investigações apontaram que os produtos contrabandeados do Paraguai – eletrônicos, medicamentos e cosméticos – abasteciam comércios em cidades do sul goiano. A PRF esclareceu que o objetivo do cumprimento dos mandados é colher mais informações para saber sobre a participação de cada investigado.

A Corregedoria da PRF informou que estão sendo cumpridos mandados de busca e apreensão nas casas de quatro agentes da corporação. Um dos policiais também está sendo afastado das funções.

Também de acordo com a Corregedoria, a suspeita de participação de policiais da corporação ainda está sob investigação e ainda não há confirmação da ação dos agentes.

Polícia Federal realiza Operação Rota Sul — Foto: Emerson Ferreira/TV Anhanguera

Foto: Emerson Ferreira/TV Anhanguera

Também estão sendo cumpridos durante o dia outros 22 mandados de busca e apreensão, sete medidas cautelares pessoais e três de suspensão de atividades de pessoas jurídicas.

Os policiais visitam endereços em Goiânia,ItumbiaraMorrinhos Cachoeira Dourada, em Goiás, e Araporã (MG). Além da PF, participam agentes da PRF e da Receita Federal no cumprimento dos mandatos.

Segundo a PF, os principais produtos contrabandeados pelos criminosos são: telefones celulares, remédios de importação proibida e cosméticos sem certificação sanitária.

Veja outras notícias da região no G1 Goiás.