Fábrica de materiais asfálticos deve gerar 100 empregos em Morrinhos

Com atuação no ramo de fabricação e distribuição de materiais asfálticos derivados de petróleo, a empresa Brasquímica iniciou as operações para a construção de sua planta fabril no Distrito Agroindustrial de Morrinhos (Daimo). O distrito, na região Sul do Estado, é administrado pelo Governo de Goiás, por meio da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Goiás (Codego). A previsão inicial apresentada pelo empreendimento à Codego é de investimento da ordem de R$ 28 milhões para a instalação em área de 27 mil metros quadrados (m²).

A expectativa é gerar 100 empregos diretos e indiretos. “A vinda da empresa é muito importante não só para a região, mas para o Estado. É uma preocupação do governador Ronaldo Caiado buscar a retomada econômica e o desenvolvimento em todos os quadrantes de Goiás. A Codego vem seguindo à risca essa determinação e vem demonstrando efeitos positivos”, ressalta o diretor técnico da Companhia, Silvio Fernandes.

A preocupação da Codego, segundo o diretor, é oferecer soluções e infraestrutura para o crescimento da produção e do parque industrial goiano. “Estamos tornando cada vez mais propício o ambiente de negócios em Goiás, oferecendo, por meio da Codego e de outras estruturas vinculados ao Estado, as melhores condições para que indústrias venham para cá e as que já estão instaladas ampliem sua produção, gerando emprego, renda e impostos que serão revertidos em benefício da população”, afirma.

Com sede na Bahia, a Brasquímica tem filiais em oito Estados, entre eles Goiás, com uma unidade instalada em Itumbiara, e, agora, ampliando sua atuação para Morrinhos. Gerente industrial e engenheiro civil da empresa, Galileu Marinho explica que nesse primeiro momento ocorre a limpeza e o processo de terraplanagem do terreno. Na próxima etapa será realizada a fundação e, segundo ele, durante a construção serão contratados somente profissionais que moram na região. “E a quantidade de empregos gerados e o valor do investimento podem até subir, dependendo do andamento dos projetos e da necessidade da empresa para os próximos anos”, relata o gerente industrial.

A previsão para a conclusão da obra e o início das operações é para 2022, e a empresa terá capacidade para produzir 200 toneladas de emulsão por dia, armazenar 750 toneladas de matéria-prima e 950 toneladas de produto acabado, como emulsões asfálticas, asfaltos modificados e petrodope. Daimo O Distrito Agroindustrial de Morrinhos (Daimo) possui 1,3 milhão de metros quadrados, e oferece a infraestrutura necessária ao assentamento de empreendimentos industriais, com excelente localização, às margens da BR-153. O polo industrial conta com empresas instaladas de diversos segmentos, e que geram mais de 800 postos de trabalho com carteira assinada.

Fonte: Sagres Online. https://sagresonline.com.br/fabrica-de-materiais-asfalticos-deve-gerar-100-empregos-em-morrinhos/ .