Gasolina em Goiás deve ficar mais cara a partir desta sexta (19)

A gasolina e o óleo diesel devem ficar mais mais caros a partir desta sexta-feira (19), nos postos de Goiás e dos outros estados brasileiros. O reajuste se deve ao aumento praticado pela Petrobras nas refinarias. De acordo com o presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo no Estado de Goiás (Sindiposto), Márcio Martins, o valor que será repassado das distribuidoras aos postos de combustíveis será definido ainda amanhã.

Ao Mais Goiás, o presidente da entidade afirmou ainda não é possível precisar de quanto será o aumento repassado aos postos, uma vez que o aumento será definido pelas distribuidoras na sexta-feira, mas que “com certeza vai afetar o consumidor”. “Muitas vezes as distribuidoras aumentam mais do que a Petrobras anuncia, mas neste momento não há como precisar. Pelo que a gente viu no anúncio da Petrobras, vai chegar” a quem precisa abastecer no postos, afirma Martins.

No entanto, ainda conforme o presidente do Sindiposto, os postos ainda não repassaram o aumento anterior devido à baixa das vendas. “Os postos viram dificuldade em repassar esse último aumento, porque o consumidor já está longe”, diz.

Reajuste nacional

A Petrobras anunciou o aumento na manhã desta quinta-feira (18). Segundo a estatal, a gasolina ficará R$ 0,23 mais cara e o óleo diese, R$ 0,34 nas refinarias a partir de sexta-feira. Com mais esse reajuste, o litro da gasolina passará a custar R$ 2,48 e o do diesel, R$ 2,58.

Em comunicado, a estatal enfatizou que mantém os seus preços alinhados aos do mercado internacional, o que, segundo ela, “é fundamental para garantir que o mercado brasileiro siga sendo suprido sem riscos de desabastecimento pelos diferentes atores responsáveis pelo atendimento às diversas regiões brasileiras”.

A companhia diz ainda que, em 2020, reduziu os preços em suas refinarias ao acompanhar as oscilações externas.