Mais municípios goianos impõem restrições ao carnaval

Mais municípios goianos começam a discutir e a se posicionar a respeito do ponto facultativo no feriado do carnaval. A medida, anunciada pelo governador Ronaldo Caiado, tem levantado o debate nos municípios goianos. Alguns já declararam que acompanharão, enquanto outros analisam a questão internamente.

Em São Simão, a assessoria de comunicação da prefeitura confirmou ao Mais Goiás que as festas estão canceladas no município. O paço municipal ressaltou também que não haverá qualquer flexibilização com relação às restrições impostas pelo poder público, que incluem a proibição de aglomerações em locais turísticos.

Com relação ao ponto facultativo, a assessoria confirmou que aguarda um posicionamento da Agência Goiana de Municípios (AGM) e do Fórum Goiano de Municípios (FGM) sobre a questão. Por fim, a prefeitura confirmou que acompanhou o decreto estadual que instituiu a Lei Seca e que ele seguirá vigente durante as festividades.

A prefeitura de Caldas Novas, por meio de sua assessoria, confirmou que irá seguir o governo do estado e que não haverá ponto facultativo. Além disso, ressaltou também que as medidas restritivas continuarão valendo, como a Lei Seca a partir das 22 horas.

Em outras cidades, as prefeituras estão estudando a questão do ponto facultativo junto às suas procuradorias. São os casos de Luziânia e Anápolis. No segundo caso, a resposta deve ser publicada já nesta sexta-feira (5).

Alguns municípios já disseram que irão acompanhar a medida do governo do estado. Em Pirenópolis, a prefeitura decidiu acompanhar a medida. A assessoria de imprensa da Secretaria de Saúde do munícipio confirmou ao Mais Goiás que não haverá carnaval. A prefeitura publicou um decreto que mantém o estado de calamidade pública no município pelo prazo de 180 dias.

A pasta ressaltou também que haverá reforço na fiscalização para evitar aglomerações nas ruas no período. Além disso, a prefeitura irá divulgar um guia informativo para orientar as pessoas a respeito das restrições impostas pela pandemia.

Em entrevista ao Mais Goiás, o prefeito de Goiânia Rogério Cruz (Republicanos) reafirmou a decisão de cancelar os feriados de carnaval neste ano. A Capital seguirá diretriz estabelecida pelo governo do Estado e pela Frente Nacional de Prefeitos (FNP).

A festa estava prevista para os dias 15 e 16 de fevereiro. Rogério lembrou que cidades com eventos tradicionais, como Salvador (BA), já cancelaram o Carnaval. “Porto Alegre, várias outras. Recebi a mensagem da própria Frente e também vamos aderir”.