PEC que adia eleição muda calendário do pleito

Onofre Garcia

De acordo com a PEC aprovada em dois turnos no Senado as eleições municipais que seriam realizadas em 04 de outubro, foram adiadas para os dias 15 e 29 de novembro respectivamente. A matéria está na Câmara Federal para também ser votada em dois turnos. Parece que os partidos que compõem o chamado Centrão, que hoje conta com mais de 260 votos, resiste à proposta de adiamento das eleições e trava o processo, sob o argumento de que a campanha ficará mais cara.

De qualquer forma se a proposta for aprovada o calendário eleitoral também será alterado com novas datas. As convenções foram marcadas para acontecer de 31 de agosto a 16 de setembro, a propaganda eleitoral gratuita no rádio e televisão será a partir do dia 09 de outubro, relativa ao 1º turno. Até 15 de dezembro os partidos e candidatos terão de encaminhar a justiça eleitoral as prestações de contas. A diplomação será até 18 de dezembro. Devido a interesses do grupo o Centrão pode mudar a PEC e atrasar a definição sobre as datas da eleição.