Prefeito de Morrinhos Rogério Troncoso decreta fechamento do comércio

Sem entrar no mérito da decisão em si é bom entender que o prefeito de Morrinhos, Rogério Troncoso, optou juntamente com assessores municipais, pelo fechamento intermitente do comércio da cidade, a partir de quarta-feira, dia 1º de julho, por conta da pandemia do COVID-19.

É importante ressaltar que tal decisão, no caso, coube ao Chefe do Poder Executivo porque é ele quem tem o poder de decretar o fechamento ou não dos estabelecimentos comerciais no município, de acordo com o que ficou definido pelo STF Supremo Tribunal Federal.

Tanto é assim que alguns municípios goianos, entre eles Caldas Novas, Rio Quente, Pirinópolis, Aparecida de Goiânia, os prefeitos decidiram não acompanhar o decreto do governo do estado e vão continuar com os estabelecimentos abertos, resguardando todos os procedimentos utilizados para evitar a propagação do coronavírus.

Em Morrinhos de acordo com o decreto do prefeito Rogério Troncoso o comércio ficará fechado até o dia 13 de julho, funcionando somente os considerados essenciais, como bancos, supermercados, agências lotéricas etc.

Essa medida provocou insatisfação aos comerciantes da cidade, principalmente da Av. Senador Hermenegildo, que fizeram uma manifestação contra a medida tomada pelo prefeito. O que todos temem é que tantos dias fechados, podem piorar ainda mais a situação financeira do setor, que já não anda lá muito bem, com possibilidade inclusive do fechamento definitivo de lojistas e outros.

O desemprego é outro item que também precisa ser levado em conta, pois forçosamente alguém vai ter de demitir funcionários.

Abaixo, segue, o documento:

DECRETO Nº 790