Tiago Mendonça lidera com boa margem pesquisa para prefeito em Morrinhos

Onofre Garcia

O Instituto Diagnóstico Pesquisas de Comportamento realizou de 12 a 13 de junho/2020 em Morrinhos, uma pesquisa de intenção de votos para prefeito, ouvindo 607 entrevistados em diversos bairros da cidade. A pesquisa foi devidamente registrada junto ao TRE Tribunal Regional Eleitoral de Goiás. De acordo com essa pesquisa o pré-candidato a prefeito, empresário Tiago Mendonça-DEM aparece em todas modalidades, em primeiro lugar, com larga vantagem sobre os adversários.

Na modalidade espontânea o resultado foi o seguinte: Tiago Mendonça 24,1% em segundo lugar Tércio Menezes-PSD com 9,6%, em seguida vem pela ordem André Luiz-MDB com 6,3%, Vinícius Cândico com 6,1%, Rogério Troncoso que não disputa com 5,8%, Maycllyn Carreiro-PRTB com 3,8%, Coronel Rosendo-PSL com 2,6%, Celisvaldo Inácio-PDT com 1,5%, Eneida Figueiredo-PSDB com 1,5%, Ivon Eber-CD com 0,7%, Terezinha não disputa, com 0,7%, Reinaldo Rema-PDT com 0,5%, Gilcerone Olerante com 0,3%, Joaquim Guilherme também não disputa, com 0,3%, Uelson Dias-PT com 0,3% , Wesley 0,3% e Sirlene Neres com 0,2%. Brancos e nulos 9,2% e indefinidos 26,4%.

Na modalidade estimulada onde aparece a cartela com nomes dos concorrentes em todo o cenário pesquisado Tiago Mendonça também lidera com boa vantagem sobre os adversários e Tércio Menezes aparece em segundo lugar e André Luiz e Vinícius Cândido alternam em terceiro lugar. Outro dado importante mostrado na pesquisa foi o índice de rejeição de cada pré-candidato. O resultado foi o seguinte:  O mais rejeitado é André Luiz com 55,2%, depois na sequência aparece Eneida Figueiredo com 47,1%, Uelson Dias com 42,2%, Celisvaldo Inácio com 15,3%, Vinícius Cândido com 12,0%, Ivon Eber com 9,4%, Tércio Menezes com 8,4%, Tiago Mendonça com 7,4%, Divino da Papelaria com 7,2%, Reinaldo Danone com 6,6%, Coronel Rosendo com 6,3%, não rejeita nenhum 41,8% não sabe opinar 44,2%.

A pesquisa foi registrada no TRE/GO sob nº 07034/2020, de responsabilidade do estatístico Alexandre Vasconcelos Lima.